Manhattan é uma ilha foda

Aqui no NYlikealocal:
:: Saiba como cruzar os estados de Nova York e Nova Jersey de bicicleta
:: Já pensou em pedalar em Manhattan na Primavera?
:: Cruzando a Williamsburg Bridge de bike pra ver o pôr do sol
:: Saiba como assistir a jogos da NBA e NHL por menos de US$ 20


Putz! É sábado e o raio deste despertador tá tocando às 6h30 da manhã! Pombas, nem durante a semana eu acordo as 6h30 da manhã. Pois é, quem foi que programou a droga do despertador para as 6h30 da manhã de sábado? Ninguém, esperteza, você tá sozinha em casa. Sozinha em casa? Ah… Sim, é verdade. Céus, este despertador tá me irritando profundamente! Será que você tá sonhando? Será??? Não! Não é sonho. Vixe, você tem razão, não é sonho! A maratona! Ahhhhh, nem morta eu vou pedalar nessa maratona. O quê? Ta chovendo??? Bá, não saio da cama por nada desse mundo! Quantos quilômetros são mesmo? Sessenta quilômetros. Sessenta quilômetros? Ta maluca??? Mas é de bicicleta! Ah, tá… Não, né! De jeito nenhum. Vou ficar na cama! Mas você vai se arrepender! Eu, me arrepender? Até parece! Vai sim, lembra do ano passado? Ano passado? Uai, ano passado você também não queria ir e foi e disse que teria se arrependido se não fosse. Hum… No ano passado eu nunca pensei que fosse terminar de atravessar o raio daquela ponte interminavelmente longa que tinha aquela lomba que você não vê que é uma lomba e que você acha que é chão plano, mas aí, quando você chega nela, você pedala, pedala, pedala, e a porcaria da bicicleta mal sai do lugar… Mas tinha um sol lindo demais, era quase o horário do pôr do sol quando a gente tentava vencer o raio da ponte e dava pra ver Manhattan de cima, do outro lado do rio. Manhattan é uma ilha foda. A Renata tava comigo e como ela também acha Manhattan foda e também ficou emocionada, paramos pra tirar uma foto e meu peito encheu de alegria e, naquele momento, eu sentia que podia conquistar o mundo, mas aí voltamos a pedalar e a Renata, de felicidade, caiu da bicicleta e eu comecei a gargalhar sem parar (porque ela não se machucou e também porque, antes, eu tinha caído e ela, em vez de me ajudar, riu). E lembramos dos rios que passam nas nossas vidas, o de Janeiro, o Guaíba  – que tecnicamente não é um rio  –, o Hudson e o East. O leste e o oeste, a esquerda e a direita e todos os caminhos que escolhemos e que nos levaram a sorrir sobre a ponte que liga o Brooklyn a Staten Island e os tombos de bicicleta que fortalecem nosso elo. E aí, depois de toda aquela euforia, a droga do pedal da bicicleta continuava pesado e eu ainda pedalava, pedalava, pedalava, mas não chegava nunca e aquela ponte parecia o mundo e eu quero engolir o mundo e também quem me faz bem e me faz e mal e eu quero sucumbir pelo mundo e eu quero me afogar e morrer no mar e eu quero ver que dá para reviver… Eu odeio gente que não sabe viver, eu mesma me odeio quando não sei viver. Alguém aí sabe viver? Eu amo gente que me olha como se eu fosse a pessoa mais importante do mundo, eu morro de medo de gente que me olha como se eu fosse a pessoa mais importante do mundo. Eu queria que a minha cabeça girasse como parece que gira a cabeça do Emanuel. Tem uma música que toca e é um ritmo bom, é um instrumental que vai me alegrando. É de um cara que tenho escutado bastante. Que escutei muito no inverno,  quando saía na neve. Ele tem umas canções que combinam com a neve e combinam com o sol e combinam com Nova York e com o Rio de Janeiro, mesmo ele sendo de Santa Catarina . Só não combinam com o Rio Grande do Sul. No Rio Grande do Sul tem muito gaúcho e se gosta de rock e eu tô cansada de gaúchos, mas não do rock gaúcho, o rock gaúcho eu quero que ganhe o mundo. Mesmo quase nunca tendo escutado rock gaúcho. Mas o Tiago Iorc não faz rock gaúcho, ele faz essa música que tem a ver com Nova York, Santa Catarina e o Rio de Janeiro e até com o Rio Grande do Sul e com tudo mais que tiver cheiro bom e brisa boa. Eu preciso levantar para a maratona. Como é mesmo o nome do gato do He-Man?

Siga o @NYlikealocal no Instagram!

Clique aqui para acessar a página oficial da Five Boro Bike Tour.

Links úteis relacionados:
:: Encontre seu hotel em Nova York com site Booking.com
:: Ganhe descontos em atrações com o CityPass
:: Alugue sua bicicleta para pedalar no Central Park
:: Marque um tour guiado de bike pelos quatro distritos de Nova York
:: Confira pacotes internacionais em promoção

Advertisements

Candice Carvalho

Candice Carvalho vive em NY desde 2008. É jornalista, faz parte da equipe da Globo News nos EUA e estuda Relações Internacionais na Universidade de Nova York.

Submit a comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s