Williamsburg: café da manhã seguido de passeio pela orla é a pedida em um dia de sol

Sou apaixonada por Nova York. E quando sou eu que guio alguém por aqui, é como apresentar um novo namorado. Pode até ser que Nova York seja uma velha conhecida, mas eu preciso curar o que há de melhor e justificar por que eu troquei o meu emprego estável e a proximidade da família por esse novo CEP. Quero mostrar as qualidades, provar que estou consciente dos problemas e que esse relacionamento é recíproco e faz sentido.

IMG_0700
Foto: Carol Matzenbacher

O roteiro a seguir é o pacote completo pra construir meu caso. Fiz o programa duas vezes, primeiro com a Jess, novata, depois com a Fe Pandolfi, que já morou em Nova York e contou do nosso passeio aqui. Minha ideia era mostrar que a cidade tem algumas preciosidades que passam longe dos cenários de filmes e séries.

Fotos: Carol Matzenbacher

O ponto de encontro é um restaurante que é a cara do Brooklyn: o egg (assim, em caixa baixa, minimalista e inspirado na culinária do sul dos Estados Unidos). Os pratos são bem servidos, na modalidade de café da manhã americano, mesmo: qualquer um pode ser dividido se a fome for de quem está acostumado com uma fruta e uma fatia de pão acompanhada de café com leite. O brunch também é indicado: a Carol foi num final de semana e tirou as fotos que ilustram o post.

Processed with VSCO with m3 preset
Foto: Gabriele Branco

Mas o programa só se completa quando, ao sair do restaurante, você pegar a direita e seguir reto toda a vida, como dizem no interior. Quando a rua alegar não ter saída, olhe para o lado e veja um pequeno, mas charmoso parque: o North 5th Street Pier Park. Como eu disse pra Fe, a melhor vista de Manhattan é do Brooklyn. Esse ponto em que o East River faz barulho de mar me traz calma e lembra por que eu repetiria tantas vezes o que fiz há um ano: comprar uma passagem só de ida para Nova York.

Confira o roteiro no mapa:

Advertisements

Gabriele Branco

Mudou o endereço de Porto Alegre para Nova York em 2015, mas desde que pisou em Manhattan pela primeira vez, em 2012, sentiu que era o tipo de ar certo para ela. Apaixonada pelo jornalismo e vivendo de freelances, se arrisca atrás das lentes e se sente completa ao compartilhar suas histórias por aí.

Submit a comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s